Química ocasional

E se um dia, ao caminhar por uma qualquer rua, alguém te parasse e abordasse com a seguinte frase: “Hey, eu sou a tua alma gémea. Eu sei disso.”, acreditarias? Pode parecer absurdo, pode apresentar-se como improvável, mas é uma situação perfeitamente plausível. Teremos nós maneira de duvidar, ou até mesmo de provar o contrário, sem recorrer à intuição, à consciência ou ao sentimento?

1 Comentário

Filed under inner rhythm

One response to “Química ocasional

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s